Magela insiste na anulação da inscrição de Suplicy

O secretário geral do PT, Geraldo Magela, disse hoje, ao chegar para a reunião do diretório nacional do partido, que insistirá na proposta de anulação da inscrição do senador Eduardo Suplicy nas prévias presidenciais do PT." Muitos integrantes da direção nacional pensam como eu. Não faz sentido fazermos prévia se o Lula tem 30% nas pesquisas. Eles não afirmam isso publicamente para não passar a imagem de que estamos voltando atrás?, disse Magela. ?A discussão é política. A questão do estatuto é só um argumento.? Magella acredita que a decisão definitiva sobre o assunto ocorrerá no encontro nacional do partido, em dezembro, mas disse ainda ter esperança "num ato de grandeza do Suplicy" de retirar sua candidatura, a que chamou de "capricho". Magela considera "imprópria" a comparação de sua proposta com a da direção nacional do PMDB, que quer mudar as regras das prévias presidenciais do partido para impedir a candidatura do governador de Minas, Itamar Franco. ?Não sou contra as prévias, mas contra a oportunidade delas?, observou o secretário que, recentemente, num processo de prévia com cinco candidatos, foi escolhido como candidato do PT ao governo do Distrito Federal em 2002.O líder do PT na Câmara dos Deputados, deputado federal Walter Pinheiro, disse que a proposta de Magela ?não é uma idéia, é uma bomba?, apesar de apoiar a candidatura de Lula. Pinheiro acredita que o PT deve respeitar as regras e aceitar a candidatura de Eduardo Suplicy. "O PT sempre brigou por democracia, e o diretório nacional agora não pode cometer o suicídio de rasgar as regras instituídas". Segundo Pinheiro a proposta de Magela "não tem a menor chance de ser aprovada".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.