Mãe dos garotos atingidos em bombardeio vai ao Líbano

Sandra Bispo da Costa, a mãe do garoto Ali Nader Yassine, de 5 anos, morto há uma semana no Líbano quando um foguete destruiu o quarto onde dormia, viajou na madrugada de hoje para Beirute para reencontrar seu outro filho, Ahmed, de 4 anos, que continua internado em conseqüência dos ferimentos provocados pelo mesmo ataque. Para viajar, ela aceitou a ajuda de um libanês amigo de seu ex-marido e pretende retornar ao Brasil com Ahmed, mesmo sabendo que encontrará forte resistência por parte dos avós paternos do menino, que insistiram para que as crianças fossem morar em Houla, um vilarejo no sul daquele país. A mãe dos garotos levou em sua bagagem CDs da Xuxa e do Sítio do Pica-Pau Amarelo, "que ele gosta muito", além de fotos e cartinhas de amigos de seus filhos. Sandra espera que sua presença ajude Ahmed a se recuperar mais rapidamente. Ele estava internado com ferimentos na perna, que não foi amputada como havia sido divulgado anteriormente, e há ainda estilhaços da bomba em seu cérebro. Nader e Sandra se separaram em novembro do ano passado e, em março, os dois decidiram que os filhos teriam melhor futuro morando em Houla com os avós paternos. O fato de o vilarejo ser considerado seguro e tranqüilo pesaram na decisão do casal. "Tinha certeza de que a infância deles lá seria melhor, nunca imaginava que isso pudesse acontecer", comentou Sandra. Morar no Líbano, informou ela, era um dos sonhos de Ali, que gostava muito dos avós.

Agencia Estado,

14 Outubro 2003 | 17h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.