Mãe do PAC não rejeita nem amuleto

Dilma vive cena típica de campanha

Marcelo de Moraes, BRASÍLIA, O Estadao de S.Paulo

14 de março de 2009 | 00h00

Enquanto divulga as obras do Programa de Aceleração de Crescimento (PAC) ou fala do futuro pacote de habitação, a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, já experimenta suas primeiras cenas típicas de campanha eleitoral. No sábado retrasado, em Feira de Santana, na Bahia, onde visitou um canteiro de obras do PAC, Dilma já foi saudada pela plateia presente como candidata à Presidência.Na fila dos beijos e abraços na ministra, um "eleitor" se destacou facilmente. Neinha Pitbull do Sertão, estofador e ex-candidato do PT a vereador em Feira de Santana, não se conteve na saudação efusiva a Dilma. Ex-pugilista, Neinha entregou de presente para a ministra um sofá verde limão em miniatura. Um amuleto, segundo o deputado Sérgio Carneiro (PT-BA), presente ao encontro e que tem forte atuação política na cidade.Apenas outras duas miniaturas desse tipo tinham sido entregues por Neinha antes. Uma para Luiz Inácio Lula da Silva, antes de se eleger presidente em 2002. A outra para Jaques Wagner, durante a campanha vitoriosa para o governo da Bahia, em 2006. "Como ele não me deu um desses, perdi a eleição para prefeito em Feira de Santana", brincou Sérgio Carneiro.Entre afagos e cumprimentos de Neinha Pitbull do Sertão, Dilma recebeu o mimo cheia de sorrisos. Agradeceu o presente e avisou que ia levar o sofazinho à sua casa, já exibindo um princípio de jogo de cintura eleitoral que convenceu o deputado Sérgio Carneiro de que, aos poucos, a ministra vai pegando o jeito da campanha."Lá em Feira de Santana, para todo mundo ela já é a Dilma do Lula", diz. "A força do Lula na Bahia é muito forte e já existe essa percepção de que a ministra é a candidata do presidente para a próxima eleição. Claro que ela ainda pode melhorar, mas não tenho dúvidas de que vai engrenar quando a campanha começar", avaliou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.