Mãe de Dilma permanece internada

A equipe médica do Planalto foi mobilizada hoje para acompanhar de perto a saúde de Dilma Jane, mãe da presidente Dilma Rousseff. Aos 88 anos, Dilma Jane foi internada no Hospital das Forças Armadas, em Brasília, para se recuperar de uma embolia pulmonar, sofrida no fim de semana. A previsão é de que ela permaneça no HFA até quinta-feira.

TÂNIA MONTEIRO, Agência Estado

13 de setembro de 2011 | 19h43

O primeiro atendimento à mãe da presidente, ainda no Palácio da Alvorada, foi feito pelo médico da Presidência, Cléber Ferreira. Ela foi medicada com anticoagulantes, indicado para evitar formação de novos trombos e dissolver o já detectado.

Diante de um quadro médico apontando a recuperação da mãe da presidente, o que permitiu até a suspensão do uso de aparelho de oxigênio, a presidente Dilma Rousseff manteve a viagem a São Paulo hoje. Dilma Jane mora em Brasília com a presidente e a tia de Dilma Rousseff, Arilda, que a acompanha no hospital.

Desde o feriado de 7 de setembro, Dilma Jane vinha tossindo bastante e sentindo mal-estar, inicialmente atribuído à forte seca que atinge a capital federal, há quase 100 dias sem chuvas. No domingo, diante da persistência do quadro, o médico foi chamado ao Alvorada e, na segunda, houve a decisão de interná-la para um acompanhamento mais de perto.

Mais conteúdo sobre:
Dilma Rousseffmãeinternação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.