Madre Teresa deve ser canonizada em breve

A Congregação do Vaticano para as Causas dos Santos se reúne nesta terça-feira para estabelecer se madre Teresa de Calcutá, venerada como uma santa quando viva, viveu de "modo heróico" as virtudes cristãs, primeiro passo para a beatificação. No dia 1.º, a pedido da mesma congregação, importantes prelados também se reunirão para pronunciar-se sobre a validade do primeiro milagre atribuído à religiosa: a cura do tumor do abdome de uma mulher. Se forem confirmadas as virtudes heróicas e o milagre, madre Teresa, que morreu em 1997, em Calcutá, poderá ser rapidamente canonizada, embora seja necessária a verificação e aprovação de um segundo milagre para isso. É possível que o papa João Paulo II presida a reunião do dia 1º, o que aceleraria o processo. A religiosa albanesa, cujo nome de batismo era Agnes Gonxha Bojaxhiu, nasceu em 1910 em Skopje, hoje Macedônia, mas passou quase toda a vida na Índia. Fundou a ordem Irmãs da Caridade e seu trabalho entre "os pobres mais pobres", em Calcutá e outros locais, lhe valeram o reconhecimento mundial, o Prêmio Nobel e a admiração de milhões de seguidores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.