Maciel quer programa único para 2002

O vice-presidente Marco Maciel disse, nesta segunda-feira, na reunião da executiva nacional do PFL, que o partido está no caminho certo quando se propõe a discutir um programa de governo único para as eleições de 2002.Maciel fez uma avaliação positiva do papel representado pelo PFL no cenário nacional e, especificamente, na aliança com o governo de Fernando Henrique Cardoso.Segundo ele, a criação de um programa de governo capaz de atender a demandas da sociedade é fundamental para o processo de continuidade administrativa. Sucessão presidencial, para ele, é um tema secundário diante de uma discussão sobre o futuro político do partido."Antes de discutir a questão de nomes, o importante é elaborar um programa consistente; é o que estamos tentando fazer hoje (segunda-feira) no encontro da Executiva."Na avaliação do vice-presidente, o programa tem que preceder a indicação de candidatos e até mesmo de coligações. Maciel evitou falar sobre a crise que envolve o nome do senador Antônio Carlos Magalhães (PFL-BA). "Cabe apenas ao Congresso fazer essa discussão, e não aos partidos."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.