Maciel é favorável a vice nordestino na chapa de Alckmin

O senador Marco Maciel (PFL-PE) mostrou-se favorável à indicação de um vice nordestino na chapa para a Presidência da República encabeçada pelo ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB). Para Maciel, essa composição "é lógica, dado que a região é o segundo maior colégio eleitoral do País". "Eu, como nordestino, diria que tem uma certa lógica na composição Sudeste-Nordeste, até porque são os dois maiores colégios eleitorais do País", disse, ressaltando, entretanto, que "isso vai depender de uma manifestação partidária".Maciel confirmou que, no Nordeste, os dois prováveis nomes para compor a chapa de Alckmin são os dos senadores José Jorge (PE) e José Agripino Maia (RN). "Fora da variável Nordeste, há o presidente (do PFL) Jorge Bornhausen, que, embora seja do Sul, tem todas as condições", contemporizou.O senador Jorge Bornhausen, por sua vez, fez questão de ressaltar que o PFL foi convidado para compor a chapa e, com isso, rebateu os rumores de que o PMDB poderia ganhar a vice-presidência. "Fomos convidados a participar da chapa e estamos fazendo o trabalho nesta direção", disse o presidente do PFL, sem querer indicar possíveis nomes pefelistas para assumir a vaga. "Ainda estamos ouvindo as sugestões internas e o processo não tomou um rumo definitivo", finalizou.

Agencia Estado,

31 de março de 2006 | 13h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.