Macarrão faz exame de corpo de delito após possível agressão

Advogado de amigo de Bruno diz que ele foi agrdido por policial na segunda

AE

20 Julho 2010 | 10h54

BELO HORIZONTE - O amigo do goleiro Bruno, Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, passou por um exame de corpo de delito no fim da noite desta segunda-feira, 19, após prestar depoimento do Departamento de Investigações (DI), em Belo Horizonte, segundo informações da polícia.

 

Veja tabém:

linkMacarrão foi agredido na prisão, diz advogado

linkEx-amante do goleiro Bruno presta depoimento na tarde desta terça-feira

linkDivulgação de vídeo derruba mais uma delegada

especialCronologia multimídia do caso

 

O exame foi feito a partir de uma denúncia de seu advogado, Ércio Quaresma , de que ele teria sido agredido com um tapa no peito no interior do DI, dentro de uma sala Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem (MG) . Além do tapa, Macarrão teria sido jogado no chão.

 

De acordo com a polícia, o laudo deve sair em 10 dias e será comparado ao primeiro exame, feito antes de sua prisão, no começo do mês.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.