Mabel registra candidatura à presidência da Câmara: 'não sou covarde, vou até o fim'

Ele é candidato de forma avulsa e vai enfrentar o favorito Marco Maia (PT-RS)

Eduardo Bresciani / BRASÍLIA, Estadão.com.br

01 de fevereiro de 2011 | 11h54

O deputado Sandro Mabel (PR-GO) registrou no final da manhã desta terça-feira sua candidatura à Presidência da Câmara. Ele é candidato de forma avulsa e vai enfrentar Marco Maia (PT-RS).

 

Em entrevista rápida pouco antes do registro, ele afirmou que não há possibilidade de desistir. “Meu filho já me disse pra ir até o fim, pra não voltar pra casa como covarde. Eu não sou covarde, vou até o fim”.

 

Mabel defendeu sua plataforma de campanha com vários itens corporativistas, como a construção de um novo anexo de gabinetes para parlamentares. “Vocês conhecem aqui, o que tem aqui é gabinete de gente? Tem que construir sim”.

 

Questionado se o gasto não poderia gerar questionamentos, Mabel afirmou que era preciso enfrentar o tema. “Tem que se ter caráter, porque não se questiona os prédios do Supremo, do Planalto. Tem que construir o anexo aqui”.

 

Mabel defende, entre outros temas, que os veículos de comunicação da Casa dêem mais espaço para os deputados e já propôs uma assessoria especial para defender os deputados de acusações da imprensa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.