Lupi só voltará à presidência do PDT em janeiro

O presidente em exercício do PDT, deputado André Figueiredo afirmou que o ex-ministro do Trabalho, Carlos Lupi, só vai reassumir o comando do partido em janeiro. Segundo Figueiredo, Lupi pretende descansar nos próximos dias e por isso decidiu adiar o seu retorno à presidência do PDT, cargo do qual está licenciado. "Ele vai voltar, mas não agora. Ele vai descansar e na reunião do diretório, em janeiro, ele volta", afirmou Figueiredo.

EDUARDO BRESCIANI, Agência Estado

05 de dezembro de 2011 | 14h12

Segundo ele, a reunião da Executiva hoje à tarde deverá servir para a formação de uma comissão para negociar, junto ao governo, a permanência ou não do partido à frente de algum ministério. O deputado Paulo Pereira da Silva defende que o partido continue no comando de alguma pasta e destacou que pelo tamanho, o PDT tem que ter um cargo na Esplanada. "O PMDB tem 77 deputados. Nós temos 27. Eles tem seis ministérios, nós só tínhamos um. Agora depende da presidente Dilma. Ela tem que ver as consequências. Eu vou defender que a gente continue", disse o deputado.

Tudo o que sabemos sobre:
LupidemissãoPDT

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.