Lupi deve tomar posse no Trabalho nesta 5ª com mais três

Transferido na última hora da Previdência para o Trabalho, o presidente do PDT, Carlos Lupi, deve tomar posse na manhã desta quinta-feira, 29, junto com os novos ministros do Desenvolvimento, Miguel Jorge; dos Transportes, Alfredo Nascimento; e da Comunicação Social, Franklin Martins. "Conversei com o presidente Lula na última terça-feira à noite e acertamos, em princípio, que tomo posse quinta-feira, às 10 horas", disse Lupi à Reuters. Embora o Trabalho seja uma das pastas preferidas pelo PDT, a mudança surpreendeu, já que o ministério é ocupado por Luiz Marinho, ex-presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), rival da Força Sindical, cujo presidente, Paulo Pereira da Silva, é deputado pelo PDT por São Paulo. Marinho passaria para a Previdência, mas a mudança ainda não foi confirmada nem pelo Planalto nem pelo próprio ministro. Caso a mudança de Marinho para a pasta seja confirmada, ainda faltariam dois ministérios para Lula fechar a reforma: Desenvolvimento Agrário e secretaria da Pesca, ambos da cota do PT. Três nomes estão cotados para o Desenvolvimento Agrário: Guilherme Cassel, atual titular da pasta; o deputado Pedro Eugênio (PT-PE), apoiado pela Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag); o presidente do Incra, Rolf Hackbart, que tem o apoio do MST; e Joaquim Soriano, integrante da direção do PT. Para a Pesca, Lula tende a manter Altemir Gregolin, mas o ex-titular José Fritsch, que deixou o governo para disputar o governo de Santa Catarina, quer voltar ao cargo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.