Lupi afirma que Primeiro Emprego não será extinto

O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, disse hoje, em Porto Alegre, que os benefícios do programa Primeiro Emprego não serão extintos, mas incorporados por um novo programa de assistência à juventude que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai lançar na quarta-feira. "Você tem hoje o Ministério da Educação trabalhando na qualificação para a educação, o Ministério da Saúde trabalhando na qualificação da saúde, a Secretaria Especial da Juventude trabalhando para a cidadania da juventude e o Ministério do Trabalho para a qualificação para o emprego da juventude", lembrou o ministro. "Vamos unificar os quatro projetos num único programa, com um só valor de bolsa."Lupi não deu maiores detalhes do novo programa, alegando que a apresentação será feita pela presidência da República. No entanto, ele prometeu que haverá mais verbas que as atuais para o projeto e que cada ministério gerenciará uma área. "Trata-se de uma reunificação para cada um não ficar puxando para um lado", destacou.O Primeiro Emprego foi excluído do Plano Plurianual do governo federal para o período 2008-2011. No início do primeiro mandato de Lula o programa, que oferece vantagens para empresas que abrem vagas a jovens de 16 a 24 anos, era tido como uma das principais ações sociais do governo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.