Lula volta a defender mudança no Judiciário

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a defender mudanças no Judiciário. "As instituições existem para servir e não para serem subalternas ao gosto daqueles que as comandam", disse Lula, ao discursar hoje durante a solenidade de comemoração dos 181 anos do Ministério da Justiça, cuja sede em Brasília passou a se chamar Palácio Raymundo Faoro, em homenagem ao jurista morto em maio.Para o presidente, homenagear o jurista significa que o Brasil está vivendo um tempo de mudança. "Significa que estamos reafirmando, em alto e bom som: é preciso recuperar o sentido de justiça para todos. Estou convencido de que trabalhar para democratizar a Justiça e o conjunto das instituições é a melhor forma de preservar a memória de Faoro e a melhor maneira de manter vivos os ideais que orientaram e continuam orientando a luta de todos nós."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.