Lula volta a criticar os meios de comunicação

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva aproveitou o discurso de encerramento da 3ª Conferência Global sobre o Trabalho Infantil, realizada em Brasília, para fazer o que mais gosta: falar mal dos meios de comunicação e dizer que o governo do PT tirou milhões de pessoas da miséria. "Eu tinha a impressão de que esse evento estava proibido para a imprensa, porque um assunto dessa magnitude, com resultados extraordinários conquistados por muitos países do mundo e no Brasil, mereceu menos atenção do que qualquer outro assunto mais banal do noticiário brasileiro", disse o ex-presidente.

JOÃO DOMINGOS LAÍS ALEGRETTI, COLABOROU DAIANE CARDOSO, Agência Estado

11 de outubro de 2013 | 00h20

"É uma pena que muitas vezes as coisas sérias não são tratadas com seriedade. É uma pena que muitas vezes as coisas banais, as coisas secundárias, sejam tratadas de forma quase que sensacionalista", disse. Segundo ele, o noticiário sobre a clonagem de 80 cartões do Bolsa-Família mereceu destaque de escândalo. "Em vez de ir atrás de quem clonou, a imprensa preferiu dizer que o culpado era o programa do governo", disse ele. "Se tivessem assaltado um banco, a notícia seria sobre o assalto ao banco", comparou Lula.

No pronunciamento, Lula ligou o trabalho infantil às condições de pobreza do País. Para ele, os gastos com a crise econômica internacional e com a guerra do Iraque foram astronômicos. "Eu fico pensando se esse dinheiro todo ou uma parte dele fosse usado para criar programas tipo o Bolsa Família para outros países, como teríamos diminuído trabalho infantil pelo mundo", afirmou. Lula teve uma recaída dos tempos em que era presidente e costumava discursar como se o Brasil tivesse começado em seu governo. "Tenho certeza que nunca antes na História do Brasil se colocou tanto tempo e dinheiro para acabar com o trabalho infantil." Ele disse que o primeiro compromisso dele, ao assumir a presidência, foi acabar com a fome no Brasil. "Para quem come todos os dias, isso não tem importância", falou. "Muitas pessoas não conhecem o sofrimento causado pela fome".

Tudo o que sabemos sobre:
Lulamídia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.