Lula visita assentamento e Memorial do Corinthians em SP

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva assina nesta manhã, no município paulista de Castilho, a cerca de 700 quilômetros da capital, um acordo de cooperação entre a Superintendência do Incra no Estado e a Caixa Econômica Federal para a liberação de uma linha de crédito habitacional de R$ 250 milhões, que pretende beneficiar 12 mil famílias de pequenos produtores rurais assentados em São Paulo. Lula visitará o assentamento Nossa Senhora da Aparecida, no mesmo município, onde também poderá visitar, segundo a assessoria de comunicação da Presidência da República, algumas moradias. O assentamento possui 59 famílias, cerca de 300 pessoas e, com o convênio, os moradores poderão contar com linha de crédito de R$ 9 mil a R$ 17 mil, para construir ou reformar habitações e também instalar cisternas e fossas assépticas. De acordo com o superintendente do Incra em São Paulo, Raimundo Pires Silva, o sistema de financiamento contará com recursos provenientes do FGTS e também do próprio Incra. Silva explicou que os moradores que contarem com renda familiar de R$ 300, terão isenção de prestação dos financiamentos. Segundo ele, a linha de crédito será disponível não apenas para os assentamentos do Incra, mas para todos os outros instalados, incluindo-se aqueles criados e assistidos pelo governo paulista.CorinthiansApós a visita ao assentamento, Lula deverá se dirigir para a capital paulista onde à tarde inaugura o Memorial do Corinthians na zona leste; e depois visita o Centro Israelita para participar de uma cerimônia sobre o Holocausto, com a comunidade judaica da cidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.