Lula viajará à Europa com avião emprestado pela Boeing

A Secretaria de Imprensa da Presidência divulgou, na tarde desta quarta-feira, que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai utilizar, na viagem de três dias à Europa, a partir de segunda-feira à noite, um Boeing Business Jets (BBJ), ?colocado pela empresa (Boeing) à disposição da Força Aérea Brasileira (FAB), sem ônus para o governo." A assessoria do presidente afirmou que a FAB está iniciando uma série de testes com aeronaves que possam atender, "pelo menor custo", às viagens do presidente. O avião BBJ, segundo a Secretaria de Imprensa da Presidência, tem autonomia para vôos transcontinentais e seu tamanho equivale, aproximadamente, ao de um Boeing 737. Segundo nota da Secretaria, a aceitação do convite para a realização dos testes "não implica qualquer compromisso por parte do governo brasileiro em relação à empresa." Segundo a Secretaria de Imprensa da Presidência da República, Lula embarca às 21 horas da próxima sexta-feira para a Europa, onde participará da reunião ampliada da cúpula do G-8 (os sete países mais ricos do mundo e a Rússia), em Evian, na França. Segundo nota da Secretaria, o embarque do presidente será em Cumbica, São Paulo, e ele ficará três dias à Europa. A participação de Lula no encontro de Evian será no domingo, dia 1º de junho. Na segunda-feira, ele vai à 91ª Conferência da Organização Internacional do Trabalho (OIT), em Genebra. O presidente, que embarca de volta ao Brasil na noite de segunda-feira, viajará acompanhado dos ministros Antonio Palocci (Fazenda), Celso Amorim (Relações Exteriores) e Luiz Furlan (Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior). Em Genebra, na reunião da OIT, estarão com ele também o ministro Jacques Wagner (Trabalho) e os deputados federais Paulo Rocha (PT-PA) e Vicente Paulo da Silva (PT-SP).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.