Lula vê "fechamento branco" do Congresso

O presidente de honra do PT, Luiz Inácio Lula da Silva, acusou o presidente Fernando Henrique Cardoso de ser contraditório, argumentando que, ao mesmo tempo em que ele pedia ao Congresso que retomasse a votação de matérias, solicitou ao presidente do Senado, Jader Barbalho (PMDB-PA), que cancelasse a sessão marcada para hoje, em que seria lido o requerimento de criação da CPI da Corrupção. Segundo Lula, essa foi uma "jogada do presidente para fazer um fechamento branco do Congresso". Lula observou que o presidente deveria apoiar a instalação da CPI da Corrupção, pois do contrário estará deixando a sociedade entender que ele tem medo da investigação. "O presidente Fernando Henrique não tem outro caminho senão o de facilitar a instalação da CPI. Ele está dando contribuição para que a suspeição sobre o governo aumente cada vez mais", observou Lula. Na avaliação dele, Fernando Henrique estaria usando os mesmos mecanismos "grosseiros" usados no regime militar, ao trabalhar com a persuasão, liberação de verbas e o retorno, ao Congresso, de ministros com mandato. Lula sustentou que, ao contrário disso, o presidente deveria convocar uma cadeia nacional de rádio e TV para dizer à população que não deve e, por isso, não teme. O presidente de honra do PT fez essas declarações no auditório do Espaço Cultural, numa manifestação que está dando continuidade ao ato em favor da criação da CPI da Corrupção, realizado momentos antes no Salão Verde da Câmara.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.