Sebastião Moreira/EFE
Sebastião Moreira/EFE

Lula vai ao Sírio-Libanês fazer exames de rotina

É a primeira vez que ex-presidente passa por esse tipo de avaliação desde que foi preso, em abril do ano passado

Ricardo Galhardo, O Estado de S.Paulo

16 de dezembro de 2019 | 17h30

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva passou por uma bateria de exames na tarde desta segunda-feira, 16, no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Segundo a assessoria do hospital, são exames de rotina. É a primeira vez que Lula passa por este tipo de avaliação desde que foi preso, em abril do ano passado.

De acordo com o Instituto Lula, o ex-presidente teve acompanhamento médico regular durante os 580 dias em que permaneceu preso na superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, mas nunca saiu da prisão para realizar exames mais aprofundados com equipamentos e outros recursos hospitalares.

O petista teve um câncer na laringe em 2011. Durante cinco anos ele precisou fazer acompanhamento médico para saber se a doença estava curada. Desde então, Lula, que tem 73 anos, faz apenas exames de rotina.

As avaliações são supervisionadas pelo cardiologista Roberto Kalil Filho, médico pessoal do ex-presidente. O hospital não informou quais os exames aos quais Lula foi submetido. A previsão é que ele deixe o hospital ainda nesta segunda-feira.

Tudo o que sabemos sobre:
Lula [Luiz Inácio Lula da Silva]

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.