Lula vai ao Reino Unido em julho

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai participar do congresso sobre "Governança Progressista", que será realizado entre os dias 13 e 14 de julho em Londres. O embaixador brasileiro no Reino Unido, José Maurício Bustani, confirmou à Agência Estado que o presidente aceitou o convite feito pelo primeiro-ministro britânico Tony Blair para participar do evento. A "Governança Progressita" é o novo título dado à "Terceira Via", movimento político patrocinado no final da década passada por Blair, o ex-presidente norte-americano Bill Clinton e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, entre outros. Segundo a página na internet dedicada ao encontro de Londres em julho, líderes de governos de centro-esquerda pretendem discutir "os desafios enfrentados pela política progressista em 2003, além de futuras estratégias políticas conjuntas para resolvê-los". Além de Blair e Lula, deverão participar do encontro o chanceler da Alemanha, Gerhard Schroeder; o presidente do Chile, Ricardo Lagos; o presidente da África do Sul, Thabo Mbeki; a primeira-ministra da Nova Zelândia, Helen Clark; o primeiro-ministro da Suécia, Goran Persson; e o presidente da Polônia, Aleksander Kwasniewski.A primeira visita de Lula ao Reino Unido como chefe de Estado deverá gerar uma grande expectativa diante das constantes comparações que são feitas entre o "Novo Trabalhismo", de Blair, e a linha política mais moderada assumida nos últimos anos pela cúpula do Partido dos Trabalhadores do Brasil. Conselho de SegurançaLula também deverá discutir com Blair o apoio do Reino Unido para a aspiração brasileira de integrar o Conselho de Segurança das Nações Unidas. O governo britânico vem dando crescentes sinais de que vai defender a ampliação do Conselho de Segurança, o que abriria caminho para a inclusão do Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.