Lula vai a encontro com alemães

Evento promovido pela CNI deve ter participação de 1.300 empresários

Rosana de Cássia, BRASÍLIA, O Estadao de S.Paulo

17 de novembro de 2007 | 00h00

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva participará na segunda-feira, em Blumenau (SC), da cerimônia de abertura do Encontro Econômico Brasil-Alemanha. O evento é promovido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e por sua congênere alemã, a Bundesverband der Deutschen Industries (BDI), e acontece anualmente desde 1982. Em 2006, foi realizado em Berlim.Um dos objetivos do informar os empresários alemães sobre as possibilidades de investimentos no País.A Alemanha, segundo informações da Presidência da República, é o quinto maior parceiro comercial do Brasil, ficando atrás apenas dos Estados Unidos, Argentina, China e Países Baixos. Logo após a abertura do evento haverá uma apresentação especial sobre o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do governo federal, além de painéis sobre inovação tecnológica, oportunidades para as pequenas e médias empresas em mercados internacionais e como fazer negócios no Brasil e na Alemanha. A Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc) estima que 1,3 mil empresários e autoridades deverão participar do encontro. O presidente Lula embarcará para Santa Catarina na segunda-feira de manhã e fica pouco tempo. No início da tarde ele embarca de volta para Brasília, onde às 16h30 receberá a presidente eleita da Argentina, a senadora Cristina Kirchner.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.