Lula vai à Argentina discutir fornecimento de gás

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva discute no próximo sábado, às 11 horas, na residência de Olivos, em Buenos Aires, a questão do fornecimento de gás com os presidentes da Argentina, Cristina Kirchner, e da Bolívia, Evo Morales. Durante a visita à capital argentina, Lula ainda terá um encontro, na sexta-feira às 11 horas, na Casa Rosada, com Cristina para discutir temas da agenda comercial e política dos dois países como cooperação nuclear, fabricação de um veículo militar chamado Gaúcho e a ativação do Grupo de Trabalho Conjunto de Defesa. Lula e Cristina também devem acertar um acordo de transferência de tecnologia da Embraer com o Ministério da Defesa da Argentina. A empresa ainda tenta negociar no mercado argentino a venda de aviões. O porta-voz do Palácio, Marcelo Baumbach, disse que a viagem de Lula adquire um caráter de sentido particular e reflete uma vontade política dos dois governos. "Será oportunidade dos dois presidentes tomarem decisão concreta em vários temas da agenda de cooperação", disse. Lula embarca amanhã, às 18h, para Buenos Aires. Na sexta-feira, além do encontro na Casa Rosada, ele almoçará com Cristina no Palácio San Martin e à tarde visitará o Congresso, a Suprema Corte e o Palácio de governo onde receberá uma medalha de visitante ilustre de Buenos Aires. A volta para Brasília está prevista para sábado às 12h30.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.