Lula trabalha para PT evitar prévias em 2012

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva quer impedir prévias no PT para a escolha dos candidatos às prefeituras, em 2012. Preocupado com a montagem dos palanques municipais, principalmente em São Paulo, Lula já começou a conversar com dirigentes de partidos aliados do Planalto e avalia que o PT só deve lançar nomes próprios onde tiver reais condições de vencer sem se indispor com parceiros federais, como o PMDB.

AE, Agência Estado

17 de março de 2011 | 09h02

"Eu vou andar muito, correr o País no ano que vem", disse Lula ao jornal O Estado de S. Paulo. "Mas é importante a gente começar a pensar logo nas alianças que queremos fazer. Ninguém pode ficar dormindo no ponto."

A intenção do ex-presidente é reeditar nas grandes cidades, onde for possível, a coligação que elegeu Dilma Rousseff ao Planalto e lançar um nome novo do PT à Prefeitura de São Paulo. Além disso, há um "cinturão vermelho" na Grande São Paulo - formado por cidades como São Bernardo do Campo, no ABC, entre outras - que merecerá atenção especial de Lula.

Toda a movimentação do ex-presidente, porém, tem sido feita de forma discreta, sempre combinada com Dilma e com a cúpula do PT. Cuidadoso, Lula evita aparecer para não passar a ideia de que está à frente de uma administração "paralela" no governo e no partido. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.