Evaristo Sá/AFP
Evaristo Sá/AFP

Lula toma 'posição de vanguarda' sobre reflexões do PT, diz Cardozo

'É absolutamente legítimo que ele professe aquilo que ele ache correto', afirmou o ministro da Justiça ao comentar declarações do ex-presidente

Rafael Moraes Moura, O Estado de S. Paulo

23 de junho de 2015 | 17h18

Brasília - Um dia depois de o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fazer duras críticas ao PT, afirmando que a sigla está velha, apegada a cargos e viciada em poder, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, disse nesta terça-feira, 23, que Lula tomou uma "posição de vanguarda" que deve levar os petistas à reflexão "daquilo que é necessário" corrigir.

"O presidente Lula é um dos grandes líderes da história do Brasil, é um líder com peso nacional e internacional. É absolutamente legítimo que ele professe aquilo que ele ache correto", disse Cardozo a jornalistas, ao participar da divulgação do Levantamento Nacional de Informações Penitenciárias (Infopen), em Brasília.

"Eu, pessoalmente, participo de uma corrente do PT que há alguns anos acha que algumas questões do PT teriam de ser reformuladas. Acho que o nosso líder maior, ao fazer essa reflexão, induz a todos os petistas e simpatizantes a refletirem sobre isso", comentou o ministro, que integra a corrente "Mensagem ao Partido".

Na avaliação de Cardozo, Lula "toma uma posição de vanguarda" ao colocar o tema em debate. 

"Com essa posição do presidente Lula, isso nos leva a pensar, sim, em correção daquilo que é necessário", afirmou Cardozo.

Mais cedo, depois de cumprir agenda no Rio de Janeiro, a presidente Dilma Rousseff foi questionada sobre as declarações de Lula. "Eu acho que todo mundo tem direito de criticar, mais ainda o presidente Lula, até por que ele é muito criticado né, gente… por vocês", comentou Dilma, dirigindo-se a repórteres.

Tudo o que sabemos sobre:
LulaPTJosé Eduardo Cardozo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.