Lula terá coluna em jornais com respostas a leitores

''O Presidente Responde'' será publicada uma vez por semana em impressos que se cadastrarem

Leonencio Nossa, O Estadao de S.Paulo

16 de junho de 2009 | 00h00

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai estrear no próximo dia 7 de julho mais uma ferramenta de comunicação com os eleitores. Segundo a Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom), Lula vai assinar uma vez por semana, sempre às terças-feiras, a coluna O Presidente Responde.Segundo a Secom, "a coluna terá o formato de perguntas e respostas". Os jornais que se cadastrarem no Planalto, tendo ou não interesse em publicar a coluna, podem enviar perguntas de leitores "identificados com nome completo, idade, ocupação e cidade de residência". O governo selecionará três perguntas entre todas que forem enviadas pelos jornais cadastrados. Segundo o Planalto, elas "devem tratar de temas relacionadas às políticas públicas e de relevância e interesse jornalísticos", uma vez que a coluna será "um instrumento de prestação de contas à sociedade das ações do governo federal". As respostas do presidente serão distribuídas às segundas-feiras.Além da coluna distribuída para a mídia impressa, Lula já tem um programa semanal de rádio, o Café com o Presidente, produzido pela Empresa Brasil de Comunicação (EBC) e distribuído por todo o País, e uma estratégia de proferir discursos que o mantém constantemente no noticiário da mídia eletrônica. De 1º de janeiro até ontem, o presidente fez 113 discursos, com duração média de 45 minutos. Ao todo, ele discursou por 84 horas e 45 minutos, como se tivesse passado três dias e meio apenas fazendo discursos.METASA meta da coluna O Presidente Responde é atingir o maior número possível de jornais regionais, que hoje já recebem porcentagem considerável das verbas de publicidade da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República.Segundo o ministro da Comunicação Social, Franklin Martins, "até 2003 (as verbas estavam) concentrados em apenas 499 veículos e 182 municípios". "Em 2008 alcançaram 5.297 órgãos de comunicação em 1.149 municípios - um aumento da ordem de 961%", afirmou. Além da coluna, o governo também prepara um blog especial só para o Planalto se comunicar de maneira mais coloquial com os eleitores. A ideia é repetir no Brasil o padrão de comunicação inaugurado pelo presidente dos EUA, Barack Obama.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.