Lula sinaliza que manterá ministro do Esporte para o Pan

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sinalizou nesta terça-feira que o ministro do Esporte, Orlando Silva, permanecerá no cargo pelo menos até a realização dos Jogos Pan-Americanos, em julho.Lula disse que o ministro irá freqüentemente ao Rio até o início da competição para participar da inauguração de todas as instalações a serem utilizadas."No dia 13 de julho, quando houver a abertura do Jogos Pan-Americanos, a cada semana, a cada dia, o ministro Orlando vai estar aqui, o governo federal vai estar conversando com o governo estadual, com o prefeito", disse Lula em discurso ao inaugurar o centro operacional de tecnologia do Pan. "Agora não tem partido, não tem eleição, não tem crença religiosa, samba e muito menos time de futebol".Silva assumiu o cargo na cota do PCdoB, após a saída de Agnelo Queiroz, que disputou e perdeu as eleições para governador do Distrito Federal. Perguntado sobre se faria sentido ele deixar o cargo no ano dos Jogos Pan-Americanos, ele desconversou. "O governo do presidente Lula continua a todo vapor, funcionando", disse a jornalistas. "Na hora adequada ele vai definir qual equipe deve acompanhá-lo até o final do seu mandato".O centro tecnológico visitado por Lula custará cerca de R$ 113 milhões, do total de R$ 1,5 bilhão a serem investidos pelo governo no Pan. O centro vai gerir todas as informações eletrônicas da competição, como transporte, alimentação, compra de ingressos e placares eletrônicos.O presidente afirmou que o Rio de Janeiro tem de fazer uma competição de qualidade para credenciar o País a organizar outros eventos esportivos, como a Copa do Mundo de 2014 e uma Olimpíada.Lula disse que "o Pan tem de ser um aval, um fundo garantidor" para a realização desses grandes eventos. "Se o Pan for bom, é bom para todo mundo. Se for ruim, é ruim só para o Brasil", declarou.Antes do discurso, Lula pegou a máquina do fotógrafo do Palácio do Planalto e brincou de tirar fotos dos jornalistas e cinegrafistas que se acotovelavam para registrar a visita. Além do ministro do Esporte, acompanharam Lula no evento o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), e o ministro dos Transportes, Paulo Passos, além de membros do comitê organizador do Pan.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.