Lula se reúne com Renan em Brasília

Lula se reúne com Renan em Brasília

Encontro, dias antes de votações importantes no Senado, ocorre em momento de desgaste na relação entre o peemedebista e Dilma

Erich Decat, O Estado de S. Paulo

14 de maio de 2015 | 10h49

Brasília - De passagem por Brasília, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se reúne nesta quinta-feira, 14, com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). Os dois devem almoçar juntos na residência oficial do Senado. O encontro ocorre num momento de desgaste na relação entre o peemedebista e a presidente Dilma Rousseff.

Renan, por exemplo, tem se posicionado "pessoalmente" contra as medidas do ajuste fiscal encaminhadas pela equipe econômica da Dilma ao Congresso. Após passar pela Câmara, as duas Medidas Provisórias, 665 e 664, devem ser discutidas no plenário do Senado. A primeira endurece as regras do seguro-desemprego e a segunda da previdência. Para o peemedebista ajuste proposto pelo Executivo pune apenas os trabalhadores e aposentados e não demonstra a intenção de "cortar na própria carne".

O encontro de Lula e Renan também acontece cinco dias antes da votação no plenário do Senado da indicação do jurista Luiz Edson Fachin para o Supremo Tribunal Federal (STF). A votação prevista para a próxima terça-feira será secreta. Fachin teve o nome aprovado nessa terça-feira, 12, na Comissão de Constituição e Justiça do Senado por 20 votos a favor e 7 contra. Renan tem dito que age com "total neutralidade" em relação à indicação de Fachin. O receio por parte do governo, no entanto, é que, diante do desgaste com o Palácio do Planalto, o peemedebista esteja trabalhando nos bastidores contra o nome escolhido por Dilma.

A relação entre Renan e a presidente se desgastou mais também após o nome do senador aparecer na lista dos políticos investigados por suspeita de envolvimento no esquema de corrupção na Petrobrás.

Tudo o que sabemos sobre:
LulaRenan Calheiros

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.