Lula se reúne com Jobim e Vanucchi para amenizar decreto

Encontro teria ocorrido na terça-feira, mas foi adiado; alterações na Comissão da Verdade devem ser discutidas

Rosana de Cassia,

13 de janeiro de 2010 | 09h20

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva se reúne nesta quarta-feira, 13, a partir das 9 horas, com os ministros da Defesa, Nelson Jobim, e da Secretaria de Direitos Humanos, Paulo Vannuchi, para tentar amenizar parte do texto do decreto do Programa Nacional dos Direitos Humanos, que trata da Comissão da Verdade, que pretende analisar casos de tortura e execução durante a ditadura. A proposta provocou reação dos militares. O encontro entre os ministros e o presidente era para ter ocorrido na terça-feira, 12, à noite, mas por causa de um outro compromisso, Lula teve que adiá-lo para o dia seguinte.

 

Ainda nesta quarta-feira, Lula receberá o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, e prefeitos do Rio, que tiveram seus municípios atingidos pelas chuvas, para determinar a liberação de recursos para essas cidades. A agenda inclui ainda despacho com o ministro do Esporte, Orlando Silva, e cerimônia, em seguida, no Palácio do Itamaraty, para anunciar recursos para as cidades-sede da Copa do Mundo de Futebol de 2014.

 

Veja também:

linkPlano Nacional mostra 'confusão no governo', diz Serra

linkPlanalto deve tirar polêmicas do Plano de Direitos Humanos

linkComissão da Verdade não é negociável, diz Vannuchi

blog BLOG DO BOSCO: Vale o que está escrito

 

Como forma de contornar a crise instalada dentro e fora do governo por causa do conteúdo do decreto, o governo pensa em reeditar o texto, substituindo a expressão "aprova" o programa por "torna público o programa". Com isso, segundo assessores da Presidência, o governo apenas daria publicidade ao plano, deixando de encampar partes consideradas radicais ou polêmicas. Entre os pontos polêmicos está a união civil entre pessoas do mesmo sexo, a descriminalização do aborto e a mudança na reintegração de posse em invasões de terra.

 

Tudo o que sabemos sobre:
LulaNelson JobimDireitos Humanos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.