Lula se encontrará com bispos a portas fechadas

O encontro do presidente Luiz Inácio Lula da Silva com o episcopado, no auditório da assembléia geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), nesta quinta-feira à noite, em Itaici, município de Indaiatuba, no interior do Estado de São Paulo, será a portas fechadas, sem acesso para a imprensa. "A decisão foi tomada, de comum acordo, pela direção da CNBB e pela assessoria da Presidência da República, para que os bispos possam conversar mais à vontade com Lula", informou o secretário-geral da conferência, d. Raymundo Damasceno Assis, em entrevista coletiva.Lula chegará a Itaici às 19 horas e jantará com um grupo de bispos, antes de ser conduzido, com sua comitiva, ao auditório Rainha dos Apóstolos, onde falará sobre a situação do País e as metas de seu governo. Será saudado pelo presidente da CNBB, d. Jayme Chemello, bispo de Pelotas (RS). "Não há previsão de temas a serem tratados, pois Lula falará sobre o que quiser, antes de responder às sugestões e perguntas que os bispos certamente farão", disse d. Damasceno. A questão social e econômica e, especialmente, o programa Fome Zero deverão estar em pauta.Assessores da CNBB, que não escondem sua insatisfação com a restrição ao acesso da imprensa, previnem que o presidente da República ouvirá críticas e queixas no auditório, embora seu governo mereça aplausos pela preocupação com a justiça, a paz, a transparência e a solidariedade, valores defendidos também pela Igreja.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.