Lula revoga outra MP e Câmara aprova CPMF

A Câmara aprovou ontem à noite, em segundo turno de votação, emenda à Constituição que prorroga a Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF) até 31 de dezembro de 2011 e a Desvinculação das Receitas da União (DRU). O texto básico da emenda foi aprovado por 333 votos a favor, 113 contra e 2 abstenções. A vitória do governo foi folgada: foram 25 votos a mais que o mínimo necessário de 308. No primeiro turno, em 19 de setembro, o placar foi de 338 votos a favor, 117 contra e 3 abstenções.Para concluir a votação, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva revogou a medida provisória que tratava da aposentadoria do trabalhador rural. Esta é a terceira MP que o governo revoga em menos de um mês por causa da prorrogação da contribuição. ?Foi um mal necessário para evitar um mal maior?, disse o vice-líder do governo na Câmara, Beto Albuquerque (PSB-RS). ?Com cada MP, a oposição faz uma barricada para não votar a CPMF.? Revogar mais uma medida provisória é um ato de desespero do governo que quer aprovar logo de qualquer jeito a CPMF?, criticou o líder do DEM, deputado Onyx Lorenzoni (RS).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.