Lula reúne ministério para avaliar crise financeira mundial

Reunião da equipe é a primeira desde o início da crise e vai durar o dia todo na Granja do Torto

Da redação,

23 de novembro de 2008 | 11h33

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva coordena nesta segunda-feira, 24, reunião ministerial para avaliar a crise financeira mundial e as medidas adotadas para evitar escassez de crédito no mercado nacional. É a primeira vez que Lula reúne toda a equipe desde o início da crise.  O encontro ocorrerá na residência oficial da Granja do Torto e vai durar todo o dia. Os ministros Guido Mantega, da Fazenda, e Henrique Meirelles, do Banco Central, farão apresentação detalhada sobre o tema ao presidente e demais participantes, informou o ministro de Relações Institucionais, José Múcio.  Com o objetivo de evitar grandes impactos na economia por conta da crise, o governo anunciou mais medidas na última semana. Reduziu o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) para a compra de motos por pessoas físicas. A alíquota caiu de 3,38% para 0,38% para estimular as vendas no setor.  Foram anunciados também R$ 5 bilhões em empréstimos para o setor produtivo, em especial aos exportadores. Já os agricultores do Centro-Oeste poderão refinanciar 40% das prestações dos programas de investimento agropecuário do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) que vencem neste ano. Eles têm à disposição uma linha de crédito de R$ 500 milhões.  O mercado de trabalho já tem sentido os efeitos da crise. Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho divulgados na última quinta-feira mostram, segundo a Agência Brasil, a criação de 61.401 empregos em outubro, contra 282.841 em setembro. O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, admitiu que a queda pode significar uma reavaliação das estratégias das empresas devido à crise.

Tudo o que sabemos sobre:
Lulacrise financeirareuniãoministros

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.