Lula reúne líderes do PMDB e PT para discutir MP

Medida provisória anistia pequenas dívidas com a União, mas acabou se transformando em um novo Refis

DENISE MADUEÑO, Agencia Estado

06 de maio de 2009 | 11h39

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai tratar pessoalmente da Medida Provisória (MP) 449, que é o primeiro item da pauta de votações de hoje da Câmara. A MP 449 foi votada pelos deputados, alterada pelos senadores e retornou para novas votações na Câmara com 21 emendas feitas no Senado. A medida provisória anistia pequenas dívidas com a União, mas acabou se transformando em um novo Refis. Lula convocou o ministro da Fazenda, Guido Mantega, o relator da MP, deputado Tadeu Filippelli (PMDB-DF), o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), o líder do PT na Câmara, Cândido Vaccarezza (SP), e o vice-líder do PMDB na Câmara, Mendes Ribeiro (RS).

À tarde, o presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), vai reunir os líderes para fazer um balanço das possibilidades de votação das medidas provisórias e ver a perspectiva de novas sessões extraordinárias, a exemplo do que ocorreu ontem, para votar outros projetos. Além da MP 449, estão trancando a pauta a MP 457, votada parcialmente na semana passada, que trata da renegociação de dívidas dos municípios com a Previdência, e a MP 458, que regulariza ocupações na Amazônia Legal.

Mais conteúdo sobre:
LulaCongressoPTPMDBMP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.