Lula reitera respeito pelo Judiciário

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva escalou hoje o porta-voz do Palácio do Planalto, André Singer, para deixar claro que mantém o que disse sobre o Judiciário ontem em Vitória. Embora amenizando o tom e reafirmando que respeita o Judiciário, Lula destacou que considera "legítimo" o debate sobre a reforma e o controle externo desse Poder. O ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, também defendeu o controle externo "como uma coisa óbvia", afirmando que ele não fere a autonomia e independência do Judiciário."O presidente emitiu ontem conceitos já expressos em ocasiões anteriores defendidos por ele nos últimos anos", disse o porta-voz. "Firmemente comprometido com o princípio da independência dos Poderes, o presidente reitera o seu respeito pelo Poder Judiciário e por suas decisões. Mas considera também legítimo o debate sobre a reforma do judiciário e o controle externo do Judiciário que vem ocorrendo na sociedade." Singer lembrou que, no governo, a discussão sobre a reforma e o controle externo está sendo conduzida pelo ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, que "recentemente anunciou que será criada, no âmbito do Ministério da Justiça, uma secretaria da reforma do Judiciário". O ministro da Justiça evitou polemizar, mas também afirmou que concorda com o presidente Lula.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.