Lula recebe Mendes para discutir escutas no STF

Presidente do Supremo teve conversas com o senador Demóstenes Torres (DEM-GO) grampeadas ilegalmente

ROSANA DE CASSIA, Agencia Estado

01 de setembro de 2008 | 09h06

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebe nesta segunda-feira, 1, no Palácio do Planalto, o presidente do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, para comunicar as providências que estão sendo tomadas para investigar a autoria das escutas telefônicas contra o presidente do STF. Uma das escutas foi divulgada pela revista Veja, neste final de semana. Foi uma conversa entre Gilmar Mendes e o senador Demóstenes Torres (DEM-GO), ocorrida em julho. O mesmo tema será discutido em seguida, em despacho com o ministro da Justiça, Tarso Genro. O ministro colocou a Polícia Federal à disposição para apuração dos fatos.  Veja também:Após grampo no STF, Lula manda demitir e enquadra a AbinSupremo quer que Lula esclareça grampos da Abin, diz MendesAbin diz que abrirá sindicância para apurar grampos 'Lula terá que tomar providências', diz Garibaldi Grampeado, Demóstenes exige medidas de Lula  O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Carlos Ayres Britto, e o diretor da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Paulo Lacerda também estão no Palácio do Planalto e participarão da reunião entre o presidente e Mendes.A situação será avaliada também pelo grupo de ministros que integra o grupo de Coordenação Política, que vai se reunir às 15 horas com o presidente. Integram o grupo o vice, José Alencar, e os ministros Dilma Rousseff (Casa Civil), José Múcio Monteiro (Relações Institucionais), Guido Mantega (Fazenda), Paulo Bernardo (Planejamento), Tarso Genro (Justiça) e Luiz Dulci (Secretaria Geral).Ainda pela manhã, Lula participará de reunião sobre estratégia nacional de defesa. É o novo Plano Nacional de Defesa, que será divulgado pelo governo no dia 7 de setembro. Participarão da reunião os ministros Nelson Jobim (Defesa) e Roberto Mangabeira Unger (Secretaria de Assuntos Estratégicos). Lula receberá, ainda nesta segunda, o senador norte-americano Chuck Hagel e despachará, separadamente, com os ministros Jobim, Edison Lobão (Minas e Energia) e Paulo Bernardo.

Tudo o que sabemos sobre:
gramposLulaGilmar Mendes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.