Nilton Fukuda|Estadão
Nilton Fukuda|Estadão

Lula recebe cumprimentos em missa do 7.º dia de Marisa

Cerca de 500 pessoas participam de cerimônia em igreja em São Bernardo do Campo

Pedro Venceslau, O Estado de S.Paulo

09 de fevereiro de 2017 | 20h28

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu nesta noite, 9, amigos, parentes e liderancas políticas do PT e partidos de oposição na missa de sétimo dia da ex-primeira-dama Marisa Letícia, realizada na Igreja Matriz, em Bernardo do Campo (SP). A cerimonia foi conduzida pelo padre Pedro Carlos Cipolini, bispo da arquidiocese de Santo André. Entre os presentes estiveram o senador Lindberh Farias (PT-RJ), o ex-ministro Aldo Rebelo (PCdoB), o escritor Fernando de Moraes, o técnico de futebol Wanderley Luxemburgo, o vereador Eduardo Suplicy (PT-SP) e o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad. Cerca de 500 pessoas lotaram a igreja para cumprimentar familiares da ex-primeira-dama. 

Marisa morreu no último dia 3, no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, decorrente de um acidente vascular cerebral. Na ocasião, Lula afirmou que a mulher morreu "triste". 

Lula fez uma breve fala no fim da missa e chorou ao dizer que Marisa deixou duas coisas que podem marcar a vida de "quem quer ser bom nesse Pais": "muita dignidade e solidariedade". O ex-presidente declarou que não pretendia discursar, mas, acrescentou, "como nordestino político, não resisto ao microfone". Lula lembrou que a Igreja da Matriz foi uma "extensão do sindicato (dos metalúrgicos)" durante a ditadura.


 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.