Lula recebe comissão de familiares de vítimas da TAM nesta tarde

O presidente Luiz Inácio Lula da Silvaconcordou em receber na tarde desta quinta-feira uma comissãode familiares das vítimas do acidente com o Airbus da TAM queexplodiu ao pousar em Congonhas, em 17 de julho. O grupo entregará ao presidente um manifesto pedindo"investigação transparente" da tragédia que matou cerca de 200pessoas, além de providências do governo para evitar novosacidentes. Integram a comissão de familiares Luiz Fernando Moysés,marido de Nadia Moysés, morta no acidente, e Sabrina DonatelliBianchi, irmã de Nadia. "Eu perdi minha esposa depois de 17anos juntos e até hoje não consegui enterrá-la, seu corpo aindanão foi identificado...Não vamos deixar de novo que essatragédia caia no esquecimento e que daqui a dez meses aconteçanovamente", disse Moysés a jornalistas. Também faz parte do grupo Raifran Almeida, que perdeu oirmão, a cunhada e dois sobrinhos no acidente. O encontro comLula, marcado para as 16h, foi articulado pela deputada ManuelaD''Avila (PCdoB-RS). Logo após o acidente, Lula foi criticado por ter tido umareação demorada. O presidente não visitou o local do acidente,em São Paulo, e fez um pronunciamento nacional apenas três diasdepois de o vôo 3054 da TAM ter explodido em Congonhas, no pioracidente da história da aviação brasileira. A comissão de familiares também visitou as CPIs da CriseAérea da Câmara e do Senado nesta quinta-feira para entregar omanifesto. (Por Natuza Nery)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.