Lula reafirma interesse por caças franceses

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva reafirmou hoje que "há uma preferência política" pelo caça francês Rafale, da Dassault. Foi durante audiência concedida nesta manhã no CCBB, atual sede do governo, pelo presidente Lula ao presidente da Assembleia Nacional da França, Bernard Accoyer. A informação foi prestada pela assessoria da Embaixada da França no Brasil.

TÂNIA MONTEIRO, Agencia Estado

21 de outubro de 2009 | 18h58

No encontro, Lula ressalvou, no entanto, que o processo de escolha ainda não está concluído. Bernard Accoyer reforçou a importância da realização do negócio para o reforço da relação entre os dois países.

Lula já havia dado declaração semelhante diretamente ao presidente da França, Nicolas Sarkozy, no dia 7 de setembro, o que acirrou a disputa e obrigou o governo brasileiro a reabrir o processo e permitir que os três concorrentes ampliassem as ofertas já feitas.

A última fase da licitação do projeto chamado de F-X2, com participação direta das empresas que disputam a venda de 36 caças de alta tecnologia para o Brasil, foi encerrada no início deste mês, com a apresentação das propostas finais ao Comando da Aeronáutica. Além da francesa Dassault, participam a norte-americana Boeing, que oferece o F-18, e a sueca Saab, com o Gripen NG.

Tudo o que sabemos sobre:
caçasLulaFrançaRafale

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.