Lula quer voltar aos comícios já em março, diz Garibaldi

Segundo o ministro da Previdência Social, notícia da redução do tamanho do tumor deixou ex-presidente eufórico e fez planos para participar das campanhas eleitorais de 2012

Gustavo Uribe, da Agência Estado

13 de dezembro de 2011 | 10h44

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva já espera voltar em março às atividades políticas, inclusive participando de comícios. A informação é do ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves, que visitou Lula nessa segunda-feira, 12, no Hospital Sírio-Libanês, após exames detectarem que o câncer na laringe do ex-presidente regrediu em 75% do seu tamanho inicial. "Em março, se prepare que eu já vou estar fazendo comício", disse Lula, segundo Garibaldi.

O ministro voltou na manhã desta terça-feira, 13, ao Sírio-Libanês, onde seu pai também está internado. Garibaldi disse que Lula ficou eufórico com a informação de que as sessões de quimioterapia tiveram resultado acima do esperado pela equipe médica. "O ex-presidente está eufórico, claro, com a regressão do tumor", afirmou Garibaldi. "Ele ganhou mais uma batalha, e eu acho que é a principal, que foi a batalha da saúde."

Na visita, o ministro disse que conversou com o ex-presidente sobre política e assuntos da administração federal. Lula lembrou, segundo Garibaldi, que a presidente Dilma Rousseff comanda atualmente a apreciação do projeto de previdência complementar para o servidor público, enviado ao Congresso pelo petista em 2007.

De acordo com o ministro, Lula disse que deixará o hospital nesta terça. O ex-presidente foi internado na manhã de segunda, realizou exames que detectaram a regressão do tumor e iniciou à noite a terceira e última sessão de quimioterapia prevista no tratamento. Nesta manhã, recebeu hidratação intravenosa. A expectativa é de que saia do hospital no início da noite.

Em entrevista coletiva à imprensa, o oncologista Paulo Hoff ressaltou que a recuperação no tratamento contra o câncer varia de paciente para paciente, mas a expectativa é mesmo de que Lula tenha condições de retornar às atividades públicas em março.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.