Lula quer visitar Fidel Castro no mês que vem

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta sexta-feira que pretende visitar o colega cubano Fidel Castro no mês que vem. Lula disse que encontraria Fidel após assistir à posse de Daniel Ortega como presidente da Nicarágua, em 10 de janeiro, em Manágua. "Estava querendo ir à posse de Daniel e dar um pulinho para ver Fidel", disse Lula em conversa com jornalistas. O presidente afirmou que não conversou com Fidel recentemente, mas indicou que o líder cubano está internado. Lula e Fidel são amigos pessoais há anos. Vários membros do Partido dos Trabalhadores (PT) estiveram exilados em Cuba durante o regime militar brasileiro e mantêm laços próximos com o governo cubano. Fidel Castro foi a Brasília para a cerimônia de posse do primeiro mandato de Lula, em 1.º janeiro de 2003. O líder cubano não é visto em público desde que um problema de saúde o obrigou a entregar temporariamente o poder, em julho, a seu irmão Raúl Castro. Nesta sexta-feira, a Assembléia Nacional de Cuba deu início à sua sessão de final de ano sem a presença de Fidel. O assento geralmente usado por ele estava vazio no começo da reunião, em Havana. A sessão foi presidida por Raúl Castro e outros membros da liderança do Partido Comunista. Fidel Castro, de 80 anos, está sendo tratado em local não divulgado, mas sua ausência prolongada levantou especulações de que estaria doente demais para governar Cuba e que se aproximava da morte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.