Lula quer unir comunicação do governo e criar TV pública

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva planeja unificar as áreas de imprensa, publicidade e comunicação do governo em uma nova secretaria com status ministerial. A nova estrutura comandará também o projeto de uma rede pública de televisão. O jornalista Franklin Martins, da TV Bandeirantes e do portal IG, foi convidado para a nova pasta, numa conversa com o presidente Lula antes do carnaval. Martins, que tirou férias há uma semana, confirmou o convite e disse que dará sua resposta em um novo encontro com o presidente, ainda sem data. A primeira informação sobre o convite feito ao jornalista foi publicada nesta sexta-feira pela Folha de S. Paulo. A nova Secretaria de Comunicação reuniria as estruturas da atual Secretaria de Imprensa e Porta-Voz e da Secom, que cuida da publicidade oficial, incluindo a estatal Radiobrás. A Secretaria de Imprensa, ocupada desde 2005 pelo jornalista André Singer, é ligada ao gabinete do presidente da República. A Secom, chefiada também desde 2005 por Tadeu Rigo, é vinculada à Secretaria-Geral da Presidência. Os ministros das Comunicações, Hélio Costa, e da Secretaria-Geral, Luiz Dulci, desenvolvem projetos para uma rede pública de televisão, com base na estrutura da Radiobrás e outras emissoras do governo federal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.