Lula quer País entre os que mais investem em educação

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje que espera entregar o Brasil, em 2010, entre as nações que mais investem em educação no mundo. "Espero que quando terminar o nosso mandato, no dia 31 de dezembro de 2010, a gente tenha o Brasil equiparado aos melhores países do mundo em investimento em educação", afirmou Lula, na inauguração de uma unidade do Centro Federal de Ensino Tecnológico (Cefet) em Cachoeiro do Itapemirim, Espírito Santo.Lula disse querer entrar na história como o presidente que mais investiu em educação e afirmou que a expansão do ensino médio técnico será importante para consolidar o desenvolvimento econômico no País. "O que estamos fazendo é quase um pedido de desculpas aos milhões de brasileiros que não tiveram oportunidade de estudar. E eu, que não tenho diploma universitário, quero passar para a história como o presidente que mais cuidou da educação", disse Lula, Ele disse que o governo é obrigado a fazer isso por causa do desenvolvimento da economia, que poderá abrir vagas sem pessoas qualificadas para preenchê-las. Lula repetiu que seu governo criou 1,7 milhão de empregos com carteira assinada no ano passado. Lula voltou a criticar antecessores "que já tinham o seu diploma" por terem investido pouco em educação e prometeu mais do que dobrar o número de escolas técnicas até o fim do seu mandato. Ele também disse que o Programa Universidade para Todos (ProUni) levará mais 400 mil jovens para a universidade este ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.