Lula quer contornar focos de insatisfação no PMDB

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva pretende se reunir com a cúpula do PMDB durante a semana do próximo "esforço concentrado" do Congresso, marcado para o período de 13 a 17 de setembro, quando os políticos retornam a Brasília. Segundo aliados do líder do PMDB, senador Renan Calheiros (AL), que esteve ontem à noite com Lula, o presidente quer retomar a conversa com o partido para contornar os focos de insatisfação e criar um clima de estabilidade em sua base, sobretudo no Senado. As maiores dificuldades do governo estão concentradas no Senado e sem o apoio do PMDB é impossível aprovar matérias de interesse do Planalto. Ontem, durante o encontro que durou uma hora e dez minutos, Lula pediu a Renan Calheiros o apoio do PMDB para aprovar os projetos que tratam das parcerias público-privadas (PPP) e da biossegurança. Além de Lula, Calheiros conversou também com os ministros José Dirceu, da Casa Civil, e Aldo Rebelo, da Coordenação Política.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.