Lula quer atuar com governadores para reduzir desigualdade

O presidente Luiz Inácio Lula da Silvaanunciou nesta segunda-feira que convocará os governadores dosEstados do Norte e do Nordeste a fim de construir políticasconjuntas que acelerem o desenvolvimento das regiões. "Quero chamar os governadores do Norte e do Nordeste paraque a gente tome algumas atitudes mais ousadas", declarou Lulaem seu programa semanal de rádio "Café com o Presidente". Lula ponderou que a desigualdade regional é um problemasecular, que está sendo diminuído. Segundo o presidente, arenda tem crescido acima da média nos Estados mais pobres e asobras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) surtirãomaiores efeitos nos próximos anos. O presidente elogiou os avanços registrados pela PesquisaNacional de Amostras por Domicílio (Pnad), divulgada peloInstituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) naúltima quinta-feira. Segundo o levantamento, o rendimento médio do trabalhadorbrasileiro aumentou em 2007 pelo terceiro ano, com alta de 3,2por cento frente a 2006, mas ainda não recuperou as perdasacumuladas nos últimos 10 anos e está 5 por cento abaixo donível de 1997. "O Brasil está no caminho certo. Mas, gostaria de estarmais feliz se as coisas estivessem andando mais rápido",comentou o presidente. Lula voltou a dizer que investirá o dinheiro obtido com aprodução do petróleo descoberto na camada pré-sal em educação eno combate à miséria. "Uma parte desses recursos do petróleoprecisa ser canalizada prioritariamente para a gente resolver oproblema da pobreza do Brasil, da desigualdade e o problema daeducação", concluiu. (Reportagem de Fernando Exman)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.