Lula quer ampliar parceria para projetar Mercosul

Para projetar o Mercosul no cenário internacional, o presidente Luís Inácio Lula da Silva acredita que a parceria entre países membros do Mercosul tem que ir além da redução de tarifas. "Precisamos de uma presença do Mercosul como um ator de peso nas negociações comerciais internacionais", afirmou, ao participar em Assunção da inauguração do Tribunal Permanente de Revisão do Mercosul. Lula reafirmou, em discurso, que o Brasil está comprometido com políticas que auxiliem o desenvolvimento de um setor para colocar a marca do bloco no cenário internacional industrial regional integrado. "Não queremos nem podemos competir contra nós mesmos. Temos a tarefa de ampliar a participação da cidadania no processo de integração", defendeu. Para ele, a inauguração do Tribunal tem um simbolismo especial, que ganhou nova voz e personalidade e que caminha rumo aos ideais e compromissos. A partir de agora, as pendências comerciais entre os membros do Mercosul serão julgadas em última instância no âmbito da organização. Até agora, o país que desejasse recorrer das decisões do Tribunal Arbitral tinha que apelar a organismos internacionais, como a Organização Mundial do Comércio (OMC).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.