Stephanie Pilick/Efe
Stephanie Pilick/Efe

Lula quebra o silêncio sobre a operação Porto Seguro: 'Não fiquei surpreso'

Ex-presidente foi questionado por jornalistas em Berlim, onde participa de um congresso

Cristiane Teixeira, especial para o Estado,

07 de dezembro de 2012 | 16h06

BERLIM - Berlim foi palco do único comentário do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre a Operação Porto Seguro, deflagrada pela Polícia Federal (PF) no mês passado e que investiga um esquema de venda de pareceres técnicos, tráfico de influências e corrupção em órgãos federais.

“Não, não fiquei surpreso”, disse Lula à imprensa nesta sexta-feira, 7, na capital alemã, ao ser questionado sobre a operação.

Pela manhã, o ex-presidente apresentou uma palestra para um público de cerca de 900 pessoas no congresso internacional do Sindicato dos Metalúrgicos da Alemanha.

À tarde, Lula foi o convidado da fundação política alemã Friedrich Ebert para o colóquio sobre o papel do Brasil na nova ordem mundial que reuniu cerca de 450 pessoas. Além de Lula, participou do evento o líder da bancada social-democrata no Parlamento alemão, Frank-Walter Steinmeier, opositor ao partido da chanceler Angela Merkel. 

No sábado, 8, Luiz Inácio Lula da Silva segue para Doha, no Catar.

Tudo o que sabemos sobre:
Operação Porto SeguroLula

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.