Lula: PSDB foi 'irresponsável' ao viabilizar CPI

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou o PSDB por ter viabilizado a criação da CPI da Petrobras. Ele classificou o partido de "irresponsável" e disse que não acredita que isso seja de interesse dos governadores do PSDB e de candidatos do partido. "Não acredito que isso seja de interesse dos governadores e de possíveis candidatos. Possivelmente é coisa de uma pessoa que está a um ano e meio de mandato e não tem certeza se vai voltar", afirmou Lula, na Base Aérea de Brasília, pouco antes de embarcar para a Arábia Saudita.

TÂNIA MONTEIRO, Agencia Estado

15 de maio de 2009 | 13h52

Lula disse que não vai pedir para que aliados retirem suas assinaturas do requerimento e garantiu que não haverá retaliações para quem continuar com o requerimento. Um pouco antes, porém, o ministro de Relações Institucionais, José Múcio Monteiro, disse, ao deixar reunião com o presidente, no Palácio da Alvorada, que trabalhará o dia todo para retirar as assinaturas necessárias e esvaziar a CPI. Senadores que assinaram o requerimento têm até meia-noite para retirar assinaturas. Para a instalação de uma CPI, são necessárias 27 assinaturas. O requerimento para a CPI da Petrobras tem 32.

Mais conteúdo sobre:
CPI da PetrobrasSenadoLula

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.