Lula propõe reunião com Bush para tratar de Doha

Presidente brasileiro telefonou a líder americano nesta terça-feira.

Da BBC Brasil, BBC

30 de janeiro de 2008 | 03h10

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva propôs ao presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, uma reunião em abril, na Europa, para discutir a Rodada Doha da Organização Mundial do Comércio (OMC), informou o porta-voz do Palácio do Planalto, Marcelo Baumbach.Segundo Baumbach, Lula telefonou para Bush nesta terça-feira, às 16h10. O presidente brasileiro disse a Bush que já havia falado com o primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, na semana passada, "sobre a possibilidade de uma reunião de líderes políticos para que se pudesse chegar a um acordo para a finalização da Rodada".Lula e Bush estarão na Europa em abril. Conforme o porta-voz do Planalto, "o presidente Bush respondeu que vai à Romênia em abril, mas está aberto para coordenar agendas e tornar possível a reunião na Europa".Baumbach afirmou que a reunião seria "possivelmente em Londres" e poderia ter a presença de outros líderes."O presidente Lula também mencionou que nas conversas que o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, teve (no Fórum Econômico Mundial) em Davos, foi possível perceber que há novo ímpeto em favor da conclusão rápida da Rodada, e pediu esforço norte-americano nesse sentido", disse Baumbach.A Rodada Doha de negociações, que pretende abrir os mercados mundiais e aumentar o intercâmbio entre os países, foi iniciada em 2001 e enfrenta um impasse por conta das diferenças de posições entre os países desenvolvidos e os países em desenvolvimento. Biocombustíveis e BolíviaA conversa entre Lula e Bush durou 20 minutos, segundo Baumbach, e os dois líderes não falaram sobre a crise na economia americana.Lula disse que vai enviar uma carta a Bush reiterando o convite para que o presidente americano participe da Conferência sobre Biocombustíveis que será realizada em São Paulo nos dias 20 e 21 de novembro. Conforme Baumbach, Bush disse que iria examinar a proposta e não exclui sua presença, já que o evento será realizado logo antes de uma conferência em Lima, no Peru, da qual Bush vai participar.Lula também pediu ao presidente americano que receba empresários brasileiros pertencentes ao Fórum Empresarial Brasil-Estados Unidos em março, quando estarão naquele país. Bush pediu mais detalhes sobre o encontro e disse que iria analisar a possibilidade de receber os empresários, afirmou o porta-voz.A situação da Bolívia também foi debatida na conversa. Segundo Baumbach, o presidente brasileiro pediu a Bush a prorrogação da Lei de Promoção Comercial Andina e Erradicação de Drogas americana, "no contexto da qual os Estados Unidos concedem benefícios tarifários para a Bolívia".De acordo com o porta-voz, Lula mencinou que a lei é fundamental para a economia boliviana, além de contribuir para a estabilidade social e política daquele país."Bush declarou que está de mente aberta para a possível renovação e extensão dessa lei", disse Baumbach. Mas, segundo o porta-voz, o presidente americano disse que essa renovação não depende apenas dele, já que passa também pelo Congresso americano.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.