Lula promete 'morder as canelas dos adversários' para eleger Haddad

Na sede do PC do B, ex-presidente afirmou que Serra cometeu um 'equívoco' ao se lançar candidato em SP

Julia Duailibi e Fernando Gallo, de O Estado de S. Paulo,

25 de junho de 2012 | 18h53

SÃO PAULO - Em anúncio da aliança PT-PC do B em torno da candidatura de Fernando Haddad à Prefeitura de São Paulo, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou o candidato do PSDB José Serra ao dizer que ele não tem “competência” e que foi um “equívoco” se lançar na disputa pela Prefeitura.

“Serra está patinando nas pesquisas, jogaram óleo na pista, ele vai perceber que foi um equívoco quem o convenceu a sair candidato”, disse Lula ao lado de Haddad e de líderes do PC do B na sede dos comunistas em São Paulo. O petista lembrou também que Serra, depois de eleito em 2005, ficou um ano e três meses na Prefeitura. “Ele foi eleito e, ao invés de governar, ficou um ano e 4 meses (sic) e saiu”, disse o ex-presidente, que completou: “Ele não pegou nem a primeira enchente e o bichinho já correu, ele saiu”.

Lula disse que está se recuperando do tratamento de saúde para combater um câncer e que, logo que estiver totalmente recuperado, pretende entrar de cabeça na campanha de Haddad, participando de comícios, gravações de TV e demais atividades. “Logo vou estar batendo falta e fazendo gol”, afirmou. “Se necessário, morderei as canelas dos adversários para eleger Fernando Haddad”, resumiu.

Tudo o que sabemos sobre:
Eleições 2012LulaFernando HaddadPT

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.