Lula promete algum aumento real para o salário mínimo

O governo não fechou o valor do novo salário mínimo na reunião de hoje do presidente Luiz Inácio Lula da Silva com oito ministros e líderes do governo no Congresso, mas garantiu que haverá "algum aumento real" (acima da inflação), informou o senador Paulo Paim (PT-RS).O ministro da Fazenda, disse o senador, alegou dificuldades para concessão de um aumento real expressivo e, dirigindo-se aos líderes partidários, comentou: "Vocês é que vão dizer de onde tirar esse dinheiro." O argumento da equipe econômica, disse Paim, é o mesmo dos governos anteriores: um aumento muito grande prejudicará as prefeituras e a Previdência. Ele disse que, de acordo com dados o governo, o déficit da Previdência deve chegar a R$ 30 bilhões este ano.Paim apresentou uma proposta que prevê um salário mínimo de R$ 312,00 e mostrou um estudo no qual o trabalhador que recebe o mínimo de R$ 240,00 gasta quase tudo no pagamento das despesas gerais, sobrando apenas R$ 17,80 para alimentação. Segundo o senador, o presidente anunciou que vai marcar outra reunião para discutir o salário mínimo, mas não fixou a data.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.