'Lula prefere que eu fique até fim de 2010', diz Meirelles

Presidente do Banco Central estuda possibilidade de se lançar candidato ao governo de Goiás

Nalu Fernandes, AE

25 de agosto de 2009 | 13h47

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva manifestou preferência para que o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, fique no cargo até dezembro do próximo ano, mas também apoia e respeita qualquer decisão que o titular do BC tomar sobre uma eventual candidatura nas eleições em 2010. Meirelles estuda se lançar candidato nas eleições para governador do estado de Goiás.

 

A informação foi dada nesta terça-feira, 25, pelo próprio Meirelles à imprensa, em Nova York, durante entrevista coletiva. O presidente do BC disse que um dos fatores a ser considerado na sua decisão sobre concorrer a um cargo público eletivo é o desempenho da economia brasileira.

"O presidente Lula manifestou em público, e a mim diretamente mais de uma vez, a preferência para que eu permaneça na posição até o dia 31 de dezembro de 2010. Evidentemente, ele também manifestou seu apoio e respeito a qualquer decisão minha", afirmou Meirelles, depois de fazer apresentação em evento organizado pela Câmara de Comércio Brasil-EUA. Meirelles reitera que a sua decisão não está tomada.

 

"Tenho de tomar (a decisão) até março. Um dos fatores que serão considerados, evidentemente, são os fatores do desempenho da economia brasileira."

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçõesHenrique MeirellesLula

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.