Lula posa com moto feita para homenagear Brasília

Em frente ao Palácio da Alvorada, logo após assistir o desfile de Sete de Setembro, o presidente Lula sentou e fingiu acelerar a moto encomendada e paga por uma empresa promotora de eventos musicais de Brasília. Criada e produzida pela a família Teutul, dona da companhia americana especializada na produção de motos estilizadas Orange County Choppers (OCC), a moto foi inspirada na arquitetura de Brasília, em homenagem aos cem anos de Oscar Niemeyer. Ela abriu, junto com seus criadores, um festival de rock na cidade. Enquanto esperava a chegada de Paul Teutul e seus dois filhos com a moto, Lula, acompanhado da primeira-dama, dona Marisa, aproveitou para olhar fotos do desfile, andar pelo gramado, observar as carpas no espelho d''''água em frente ao Alvorada e acenar para os cerca de 50 turistas que visitavam o local. Depois, recebeu os Teutul para um churrasco no jardim do palácio. No encontro, o presidente ganhou um capacete e uma jaqueta calculados em US$ 300,00 (R$ 585), que serão doados ao programa Fome Zero. O encontro foi filmado pelos Teutul, famosos nos Estados Unidos por conta das motos originais e do programa de TV "American Chopper", também exibido no Brasil. A família pretende produzir um programa sobre sua viagem ao Brasil. No Planalto, alguns assessores desaconselharam o evento por temerem que ele resultasse em uma exposição negativa para o presidente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.